Redes sociais: como tudo começou

28 Maio 2020 Bruna Rocha

Hoje pode parecer difícil imaginar um mundo sem estar sempre conectado, mas as redes sociais surgiram a pouco tempo e mudaram bastante desde então.

Redes sociais: como tudo começou

Estão sempre surgindo novas redes sociais, novos recursos e novas formas de divulgar o seu conteúdo para amigos ou desconhecidos. Hoje pode parecer difícil imaginar um mundo sem estar sempre conectado, mas as redes sociais surgiram a pouco tempo e mudaram bastante desde então.

Se quer saber como tudo começou, acompanha essa história com a gente! 

O nascimento das redes sociais

Enquanto a internet estava chegando no Brasil, países estrangeiros já desfrutavam da primeira rede social, a SixDegrees. Os internautas podiam criar uma página de perfil e adicionar amigos na rede que durou de 1997 a 2001 e teve 3,5 milhões de usuários em seu auge. 

Mas nessa época, o sucesso estava mesmo nas mãos dos blogs e mensageiros, sendo os mais conhecidos o ICQ e o MSN Messenger. O primeiro também foi criado em 1997 e em 2001 já acumulava 100 milhões de usuários. Em 2003, o ICQ se tornava uma das empresas mais bem-sucedidas da internet. 

A facilidade e a possibilidade de trocar de mensagens entre usuários de todo o mundo fez com que os mensageiros se tornassem populares entre os usuários de internet. Em 1999, surgiu o MSN Messenger, que se tornou líder no segmento no Brasil graças à popularidade do Hotmail. 

O MSN atraiu o público mais jovem graças aos recursos diferentes, como a possibilidade de exibir a música que estava tocando no seu computador ao lado do username. O serviço existiu até 2013 quando foi substituído pelo Skype.

Blogs, fotologs e as primeiras webcelebridades

Durante a década de 1990, os blogs pessoais explodiram na internet, chegando próximo das redes sociais, ainda que a interação não fosse tão presente. Neles era possível postar textos, criar layouts personalizados e recomendar outros blogs. No Brasil, os que mais fizeram sucesso foram o Blogger e o Weblogger.

Em 2002, foi lançada a plataforma Fotolog, que conquistou ainda mais os jovens brasileiros. Ela permitia publicar fotos e receber comentários. Porém, com o aumento inesperado da quantidade de usuários e conteúdos publicados, o site passou por muitos problemas técnicos em seus primeiros anos.

Isso fez os desenvolvedores restringirem a quantidade de novos membros e de conteúdo publicado por usuário para uma foto por dia, com limite de 20 comentários por publicação. Além disso, lançaram uma assinatura paga que permitiam publicar até seis fotos por dia e receber 200 comentários. 

Assim, estava lançada a cultura da webcelebridade, com os fotologgers famosinhos que ganhavam até assinatura paga por fãs que queriam ter a oportunidade de comentar em suas fotos. 

Orkut: a primeira grande rede social 

Criada em 2004, o Orkut foi a primeira grande rede social a fazer um enorme sucesso no Brasil, chegando a ter mais de 80 milhões de usuários. Além do perfil de usuário, a rede permitia publicar álbuns de fotos, informações pessoais, entrar em comunidades e adicionar amigos. 

Os recursos inéditos aumentaram ainda mais a sua popularidade: informações secundárias no perfil, como orientação sexual, músicas e filmes preferidos; votação para definir quão sexy, legal ou confiável você era; informações de quem visualizou o seu perfil recentemente; e os famosos depoimentos!  

Para se ter uma ideia da importância dos brasileiros para a rede, em 2008 a empresa mudou a sede, que era nos Estados Unidos, para o Brasil. Estima-se que os usuários brasileiros tenham trocado mais de 1 bilhão de mensagens por lá, em 120 milhões de tópicos de discussão que fizeram parte de pelo menos 51 milhões de comunidades. 

Facebook e Twitter: a vida em tempo real

Apesar de também ter sido criado em 2004, foi apenas em 2006 que Mark Zuckerberg abriu as portas do Facebook para qualquer usuário do mundo e a rede começou a fazer sucesso por aqui. 

Com o Facebook nasceu o Feed de Notícias, que permitiu reunir todas as atualizações e conteúdo publicados pelos amigos em um só lugar, em tempo real. A rede social passou por diversas atualizações desde então, trazendo novidades como curtir publicações dos colegas, enviar mensagens privadas e criar eventos. 

No final da década de 2000, o Facebook já havia atraído grande parte dos usuários do Orkut e se tornou sinônimo de rede social. Hoje, a plataforma já tem mais de 2 bilhões de usuários, alcançando nada menos do que um terço da população mundial. 

Enquanto o Facebook crescia, o Twitter entrava na jogada com uma proposta diferente. Em 2006, a popularidade das mensagens SMS inspiraram uma rede de postagens curtas, com limite de 140 caracteres, em que era necessário apenas seguir o usuário, sem precisar ser seguido de volta. 

Essa última característica permitiu que usuários acompanhassem conteúdo sem precisar ser amigo da pessoa. Rapidamente o microblog se tornou uma rede para reportar acontecimentos em tempo real, falar besteira ou “xingar muito no Twitter”. 

Evolução das redes sociais

O Facebook abriu espaço para diversas redes sociais importantes hoje, como Tumblr, Pinterest, Snapchat, YouTube, Instagram e o novo queridinho TikTok. A rapidez com que o conteúdo é espalhado na rede e a possibilidade de divulgar conteúdo em apenas 15 segundos por 24 horas estão dando uma nova cara para as redes sociais.

Atualmente elas fazem parte da rotina diária de uma grande parcela do planeta e estão se atualizando como nunca antes. O ser humano é um ser comunicativo e, por mais que elas mudem, o conceito de redes sociais dificilmente será abandonado. Pelo contrário, ele deve se tornar cada vez mais parte de nossas vidas.

Onde estamos:
SRTVS Quadra 701 Bloco “O” - Sala 244 - Edifício Multiempresarial
Shopping DF Plaza Águas Claras sala 201. Ligue agora: 61 3214 8200

Produção: Alerta!design