História da televisão: da TV de tubo à Smart TV

17 set 2020 Bruna Rocha

A televisão passou pela mão de vários pesquisadores ao longo dos anos que levaram a várias transformações até chegar no modelo de TV que conhecemos hoje.

História da televisão: da TV de tubo à Smart TV

ssim, aDesde a sua primeira transmissão em 1950, a televisão virou um fenômeno! De acordo com o IBOPE 2008, 93% das residências do país já possuíam aparelho.  E esse número já cresceu de lá para cá. 

Atualmente, é difícil acreditar que a televisão era um artigo de luxo e a que a imagem não passava de alguns chuviscos difíceis de decifrar. Mas como toda boa invenção tecnológica, o equipamento passou pela mão de vários pesquisadores ao longo dos anos que levaram a várias transformações até chegar no modelo de TV que conhecemos hoje.

O início da televisão

Você sabia que ela foi desenvolvida por várias pessoas, em diferentes lugares do mundo? Assim como a fotografia e o cinema, a televisão é resultado de vários inventos que, unidos entre si, resultaram no televisor. 

O surgimento do rádio, do telefone e da eletricidade, despertou a vontade de cientistas e curiosos de fazer uma máquina capaz de transmitir imagens através de ondas sonoras. 

Por isso não há um consenso acerca da primeira transmissão local. Experimentos foram realizados na Inglaterra, Japão e Estados Unidos em meados da década de 1920 e a empresa AT&T foi uma das pioneiras a realizar uma transmissão na cidade de Nova York em 1927, porém apenas algumas pessoas tiveram acesso à transmissão. 

De artigo de luxo à popularização 

Durante alguns anos, a TV foi considerada a companheira de poucos, visto que apenas famílias ricas podiam comprar o caríssimo objeto. Apesar da iniciação lenta, as primeiras celebridades começaram a surgir ainda na primeira década da televisão e já fizeram sucesso. 

A primeira delas foi o Gato Félix. Isso mesmo, um desenho animado! Ele foi o primeiro personagem a ter sua imagem veiculada na TV, em 1928. Por ser preto e branco, ele era utilizado para a regulagem dos aparelhos transmissores. 

Em 1934, a empresa alemã Telefuken começa a fabricar os primeiros aparelhos com tubo de raios catódicos. Dois anos depois, as Olimpíadas de Berlim seriam transmitidas pela TV, e em 1940, foi realizada a primeira transmissão em cores que se tem notícia. Assim, as primeiras transmissões esportivas e os principais telejornais começaram a ganhar destaque. 

Durante a Segunda Guerra Mundial, as pesquisas e produções de televisores foram paralisadas. Com o fim da guerra, ocorre o barateamento do aparelho e o surgimento de mais canais transmissores. Assim, outras classes sociais passaram a ter acesso à televisão, que se tornou um eficiente meio de transmissão de informações, com telejornais, e entretenimento, com programas de auditório, infantis, novelas, entre outros. 

A queridinha do Brasil 

O boom da televisão foi nos anos de 1950, quando o eletrodoméstico invadiu os lares norte-americanos, europeus, asiáticos e… Brasileiros! O aparelho desembarcou aqui com a ajuda do empresário Assis Chateaubriand. 

A rede Tupi, criada ainda na década de 1950, foi a primeira emissora de televisão do Brasil e reinou absoluta ao longo de muitos anos. Para fazer sua ideia decolar, Chateaubriand trouxe dos Estados Unidos 200 aparelhos de TV e espalhou pela cidade, onde quem passava pela rua era “hipnotizado” pelas imagens e sons do mais novo invento. 

E a ideia deu certo. A explosão do equipamento no Brasil pode ser observada seis anos após sua chegada. Em 1956, o país já possuía o expressivo número de 1,5 milhões de aparelhos. 

A invenção do controle remoto impulsionou a compra de televisores no mundo inteiro e revolucionou a forma com que se assistia à televisão. Agora as emissoras tinham um forte concorrente: o botão da emissora rival a poucos centímetros de distância. Dessa forma, foi necessário uma programação diversificada e de alta qualidade para atrair telespectadores e, claro, anunciantes. 

Da televisão de tubo ao digital

No final dos ano 70, a televisão em cores começa a se popularizar no Brasil e o mundo pode ver o Brasil ser tricampeão da Copa do Mundo, o fim da Guerra do Vietnã, o fim dos Beatles, os desenhos Speed Racer e Pica-pau e se sentir interligado como nunca antes na história das comunicações. 

Novos aparelhos foram surgindo ano a ano e os modelos com som estéreo já estavam disponíveis desde o fim dos anos 1980. Depois disso, o investimento em telas com cada vez mais resolução fez com que as TVs de tela plana, plasma e LCD chegassem ao mercado já no fim dos anos 90. 

Assim, além da qualidade das telas, o tamanho também mudou bastante ao longo do tempo, de 5 para 50, 60 ou 70 polegadas como temos hoje em nossas casas. A transmissão digital marca uma nova era dos meios de comunicação e integra a internet e sua interatividade com a televisão e seu poder de alcance. 

Cada dia, novidades impressionantes surgem no mercado, como Smart TVs, com mais de 100 polegadas, telões e muito mais, sem contar os Home Theaters que transformam qualquer transmissão em um espetáculo!

Onde estamos:
SRTVS Quadra 701 Bloco “O” - Sala 244 - Edifício Multiempresarial
Shopping DF Plaza Águas Claras sala 201. Ligue agora: 61 3214 8200

Produção: Alerta!design