🥇 Reitec Fibra | Internet de qualidade em fibra óptica para todo o DF

Conheça o Wi-Fi 6: maior mudança nas redes em 20 anos

24 set 2020 Bruna Rocha

O Wi-Fi 6 Ghz deve acabar com os problemas de congestionamento das frequências atualmente disponíveis, diminuir as interferências e gerar mais desempenho.

Conheça o Wi-Fi 6: maior mudança nas redes em 20 anos

O Wi-Fi está prestes a dar um salto tecnológico que não era visto desde a década de 1990: o Wi-Fi 6 Ghz! Essa nova tecnologia deve acabar com os problemas de congestionamento das frequências atualmente disponíveis, diminuir as interferências e gerar mais desempenho. 

Quer entender mais sobre a mudança e saber como ela vai impactar a maneira como usamos a internet? Confira o artigo! 

Por que sofremos interferência de sinal?

Basicamente, existe uma quantidade finita de frequências que uma transmissão sem fio pode utilizar e, até então, o Wi-Fi tinha autorização para funcionar em 2,4 e 5 GHz. Para entendermos melhor, vamos ver o caso do Brasil.

Aqui, é permitido utilizar 20 MHz de espectro, o “pedaço” da frequência, em um dos 13 canais de 2,4 GHz. E o que acontece se todos estiverem sobrecarregados? Isso mesmo, seu Wi-Fi sofre interferência e passa a não funcionar direito. 

E essa faixa é bem comum, já que é usada pelas gerações mais antigas da tecnologia e por outros dispositivos, como Bluetooth, celulares sem fio e até pelos microondas! Já com o 5 GHz, a interferência tende a ser menor porque há mais canais e espectro disponíveis. Além disso, há menos dispositivos compatíveis com essa frequência. Na Reitec Fibra, nossos clientes podem escolher qual a frequência eles querem utilizar, dependendo da necessidade. 

Uma nova frequência

Utilizando uma faixa de frequência de 6 Ghz, o Wi-Fi 6 foi autorizado pela FCC (Federal Communications Comission), órgão dos Estados Unidos análogo à Anatel. Essa tecnologia já é uma realidade no mercado, mas ainda não é o protocolo mais comum no Brasil e na maioria dos países. 

A autorização da FCC deve incentivar fabricantes a adotarem essa capacidade no futuro, isso porque os fabricantes de hardware agora podem explorar a faixa em seus produtos. Assim, os novos roteadores com suporte ao Wi-Fi 6  já devem chegar até o final do ano e no início de 2021. 

Como funciona o Wi-Fi 6

A maior diferença entre as frequências é que as ondas de menor frequência, 2,4 GHz, têm alcance maior e as de maior frequência, 5 GHz, oferecem mais desempenho. Com o 6 GHz, espera-se mais sustentação dos picos de velocidade, mas a distâncias menores. 

Com isso, essa nova tecnologia conta com a vantagem da falta de congestionamento. Se você mora em um prédio, consegue perceber que várias redes Wi-Fi de vizinhos chegam ao seu apartamento. Todas essas redes podem causar mais interferências, o que resulta em perda de qualidade de conexão e, consequentemente, velocidade. 

Como o espectro do 6 GHz é mais amplo, espera-se que a tecnologia não perca desempenho, mesmo quando ela se torne mais comum. Mais canais podem operar na frequência, permitindo que mais pessoas usem os 6 GHz sem causarem interferência.  

Novos roteadores e aparelhos

Pode não parecer muita coisa para um leigo, mas a mudança é, de fato, grande. Para se ter uma ideia, vamos praticamente quadruplicar o número de frequências de rádio disponíveis para as redes. A Wi-Fi Alliance, entidade que regula o uso dessas redes em todo o mundo, diz que a modificação é a maior da história do sistema. 

Para usufruirmos da nova tecnologia, serão necessários novos roteadores que, como já citamos, devem surgir no mercado no final deste ano e início do ano que vem. Eles serão identificados pelo nome oficial da rede: Wi-Fi 6E. 

A indústria já está preparada para o novo momento e fabricantes de roteadores, chips e celulares pelo mundo já anunciaram que irão aderir à nova, e melhor, frequência. Os smartphones deverão os primeiros a utilizar a Wi-Fi 6 com previsão de venda de 316 milhões de celulares com a nova tecnologia em 2021. 

A Apple já anunciou que o novo iPad Air virá com Wi-Fi 6 ultrarrápido, enquanto as TVs possivelmente só terão o novo sistema em 2022. Todos os dispositivos aptos a usar a nova tecnologia deverão ter impressa na caixa a expressão “Wi-Fi 6E”. 

Os provedores de internet também já estão preparados. A Reitec Fibra vai disponibilizar o Wi-Fi 6 Ghz para seus clientes em 2021! 

Onde estamos:
SRTVS Quadra 701 Bloco “O” - Sala 244 - Edifício Multiempresarial
Shopping DF Plaza Águas Claras sala 201. Ligue agora: 61 3214 8200

Produção: Alerta!design